Follow by Email

sábado, 11 de fevereiro de 2012


O lixo de gerações
Cada brasileiro produz cerca de 500 gramas de lixo por dia. Olhando assim, parece pouco, mas, somando a população brasileira você vai ver que todo esse lixo se transforma em um enorme bolo de milhões de toneladas.
Quando o caminhão de lixo passa para recolher os sacos, ele é levado para um terreno chamado de aterro sanitário ou lixão. Porém devido o aumento da população, a quantidade de lixo também aumenta, e isso está fazendo com que não haja mais espaço para tanto lixo.
Na natureza, toda a matéria orgânica viva se decompõe rapidamente e ainda ajuda a tornar a terra mais fértil para alimentar novos seres que virão. Mas, com os seres humanos é diferente, porque são os únicos seres vivos que produzem coisas artificiais, e, algumas delas como latas de refrigerante, plástico e vidro levam uma eternidade para se decompor.
Confira na tabela abaixo com alguns desses ‘lixos de gerações’:
MATERIAL                                                  
TEMPO PARA DECOMPOSIÇÃO
Jornais
De 2 a 6 semanas
Embalagens de papel
De 3 a 6 meses
Fósforos e pontas de cigarros
2 anos
Chiclete
5 anos
Nylon
30 anos
Tampas de garrafas
150 anos
Latas de alumínio
De 200 a 500 anos
Isopor
400 anos
Plásticos
450 anos
Fralda descartável comum
450 anos
Vidro
1.000.000 de anos ( um milhão )

Como reciclar?


A reciclagem começa dentro de casa, pois é necessário a separação e preparação do lixo.

Por exemplo: As pilhas não devem ser misturadas com o lixo comum (restos de comida), pois contem substâncias tóxicas.

O lixo orgânico deve ser separado do lixo reciclável, como o plástico, o papel, o vidro e o metal.
Quando tudo estiver corretamente separado, é só levar para os Pontos de Entrega Voluntária (P.E.V.), espalhados pelas cidades do Brasil. Ou então, você pode levar para o local mais próximo da sua casa.



Conheça os símbolos e as cores para cada tipo de material, espalhados no mundo inteiro:




Depois de separado, o material vai para a central de triagem no Departamento de Limpeza Urbana (D.L.U.), onde é colocado em uma esteira rolante para a seleção do que pode e o que não pode ser reciclado.

Confira abaixo o que pode e o que não pode ser reciclado:

RECICLÁVEL
NÃO RECICLÁVEL
PAPEL
PAPEL
Jornais e revistas
Fitas adesivas
Folhas de caderno
Papel carbono
Caixas de papel
Papéis sanitários
Cartazes
Papéis metalizados
---------------
Guardanapos
---------------
Fotografias
PLÁSTICO
PLÁSTICO
Garrafas de refrigerante
Cabo de panela
Embalagens de produto de limpeza
Tomadas
Copinhos de café
Embalagens de biscoito
Embalagens de margarina, canos e tubos
Mistura de papel, plásticos e metais
Sacos plásticos em geral
-----------------------
METAL
METAL
Latinhas de aço ( de óleo, de salsicha )
Pilhas
Latinhas de alumínio ( refrigerante )
Esponjas de aço ( isadas p/ lavar louça )
Panelas
Clips
Pregos
Grampos
Arames
------------------------
VIDRO
VIDRO
Garrafas de todos os tipos
Espelhos
Copos
Lâminas
Potes
Porcelana
Frascos
Cerâmica

A reciclagem tem um papel fundamental no meio ambiente, pois além de diminuir o acúmulo de lixo nas áreas urbanas, ela ainda faz uma “economia” dos recursos naturais.

E cada um de nós só tem a ganhar com isso, pois se o meio ambiente está bem, nós também estamos.


Nenhum comentário: